Coito Programado

É um tratamento de baixa complexidade, o mais básico e simples de todos. Consiste em se utilizar medicações indutoras da ovulação, com monitorização do crescimento de folículos ovarianos e do endométrio através de ultrassonografia seriada. No instante oportuno, quando o(s) folículo(s) alcança(m) o tamanho adequado, é aplicada uma medicação chamada hCG, que promove a rotura folicular (ovulação propriamente dita) com a saída do óvulo do ovário e, então, se estabelece o momento exato da relação sexual.

As chances de gravidez por coito programado estão em torno de 15% por cada tentativa (ciclo).

Principais indicações:

  • Fator ovulatório
  • Fator masculino leve
  • Fator imunológico
  • Endometriose mínima/leve
  • ESCA